Com opções de audiodescrição, legendas ocultas e LIBRAS, deficientes visuais e auditivos encontram filmes disponíveis no Cine Jardins, em Jardim da Penha

Fonte: Beatriz Heleodoro – HZ

Não é preciso ser grande admirador de filmes para saber que não dá para usar o celular nem deixá-lo fora do silencioso durante uma sessão. Mas, já parou para pensar em como o aparelho pode deixar o cinema mais acessível para deficientes visuais e auditivos?

Aqui em Vitória, a adaptação para um cinema que possa receber a todos, mais inclusivo, já é realidade. No Cine Jardins, em Jardim da Penha, o público agora pode encontrar algumas opções de filmes no catálogo de exibição e assisti-los com a ajuda de um aplicativo.

A novidade foi anunciada este mês nas redes sociais do espaço e, dentre as opções, é possível escolher entre audiodescrição, legendas ocultas e LIBRAS. Os filmes disponíveis em cartaz são devidamente indicados no catálogo.

Possibilitar acesso pleno ao cinema é uma das exigências da Lei de Acessibilidade, de 2015. Em setembro de 2022, uma instrução normativa da Ancine (Agência Nacional do Cinema) reforçou a necessidade de adaptar as salas. Os cinemas pelo Brasil tinham até o dia 1 de janeiro de 2023 para se adequarem e oferecerem os devidos recursos às pessoas com deficiência.

Subgerente do Cine Jardins, Rômulo Damascena explica que, para assistir aos filmes, é preciso levar para a sala um smartphone ou tablet com o aplicativo MovieReading já instalado, além do fone de ouvido.

Publicações recentes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4  +  2  =