Documentário, que tem roteiro e direção assinadas por Pedro Henrique França, reflete sobre a representatividade LGBTQIA+ na política brasileira

Fonte: João Gabriel Tréz – O Povo

Estimulando debates sobre a pauta da diversidade, o ator Marco Pigossi assina a produção do documentário “Corpolítica”, previsto para estrear ainda em 2022 e que abre espaço para reflexões e debates sobre representatividade política para a comunidade LGBTQIA+ no Brasil.

O filme, que tem direção e roteiro de Pedro Henrique França, traz um acompanhamento das candidaturas de quatro pessoas LGBTQIA+ nas eleições de 2020. As informações foram divulgadas pela coluna da jornalista Monica Bergamo, na Folha de São Paulo.

São personagens da produção a vereadora de São Paulo Erika Hilton (Psol), a então candidata a vereadora pelo Rio de Janeiro Andreá Bak (Psol), a vereadora do Rio de Janeiro Monica Benício (Psol) e então o candidato a vereador por São Paulo William de Lucca (PT).

Em novembro de 2021, Marco Pigossi assumiu o namoro como o diretor italiano Marco Calvani após postar uma foto do casal nas redes sociais. Entre os novos projetos do artista como ator, está a segunda temporada de “Cidade Invisível”, série da Netflix.

Publicações recentes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  +  27  =  35